Ordens profisssionais vão ser obrigadas a reconhecer cursos

by

As associações profissionais vão ser obrigadas a reconhecer todos os cursos autorizados pelo Governo, devido à criação da nova Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior. O ministro do Ensino Superior, Mariano Gago, admitiu ao DN que “vai finalmente deixar de haver casos de cursos aprovados e que depois não são reconhecidos pelas associações profissionais”.
A agência, em fase de criação, irá, assim, “recomeçar o processo, analisando os novos cursos e os que já existiam à luz dos novos critérios”, esclareceu fonte do ministério, avançando que este é um requisito do Processo de Bolonha.

Mariano Gago, que também tem a tutela da Ciência e Tecnologia, afirmou que eram “inúmeros os cursos que estavam autorizados pelo ministério e que não eram reconhecidos pelas associações”. Os cursos de Engenharia, Arquitectura e Direito figuravam como exemplos, segundo o ministério. O DN apurou, nos próprios sites das associações, que há dezenas de cursos que não figuram na lista de acreditados. Na lista da Ordem dos Engenheiros, por exemplo, há 107 cursos que conferem aos estudantes o grau de engenheiro sem a obrigatoriedade de prestar exame de admissão à Ordem.

Depreende-se, por isso, que os alunos dos restantes 151 cursos, que figuram no site oficial do acesso ao ensino superior, tinham de realizar a prova. Os dados da Ordem dos Engenheiros datam de 30 de Julho, apesar de não englobarem os novos cursos, segundo o Processo de Bolonha.
Já na Ordem dos Arquitectos existem 14 cursos reconhecidos ou acreditados e nove em processo de análise (em 2006), quando a lista do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, engloba 25. No entanto, a Ordem deixou de participar no processo de certificação de cursos em 2006, ao ter conhecimento de que o Governo ia criar uma agência de avaliação.

Nos 18 cursos de direito, o sistema funciona de forma diferente. Apesar de já ter havido um processo de acreditação, “reconhecemos todos os cursos que o Estado reconhece”, explicou ao DN Rogério Alves, o bastonário da Ordem dos Advogados.

Estes constrangimentos deixam agora de existir, com a recém-aprovada Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, que vai ouvir, pela primeira vez, as associações profissionais e ordens. Mariano Gago afirma que “as situações de embaraço vão acabar e os cursos não acreditados não vão poder receber estudantes”.

Fonte: Diário de Noticias

Anúncios

20 Respostas to “Ordens profisssionais vão ser obrigadas a reconhecer cursos”

  1. teknomatika Says:

    Boas.
    Abordei o assunto no meu Blogue.

    http://teknomatika.wordpress.com/2007/08/26/ordem-as-ordens/

    Esperemos que todos os licenciados deixem de ter mais esse pesadelo e impasse para resolver, para além da necessidade de arranjar emprego.

  2. Helder Says:

    Pois, agora fico na dúvida, acabei este ano o meu curso num estabelecimento de ensino nao acreditado, será que faço o exame em Novembro ou espero mais uns tempos para ver se deixa de ser necessário o tal exame!

    Humm..

  3. Jacinto Sepúlveda Says:

    realmente uma grande duvida até pelos valores envolvidos. Eu não sabia mas os exames custam 190 €, como diz o Engº Celestino Quaresma aqui

    https://engenhariacivil.wordpress.com/2007/07/18/ordem-dos-engenheiros-e-o-processo-de-bolonha/

    Agora também depende de quando o governo se vai decidir a implementar esta medida.

  4. Helder Says:

    Pois, são uns trocos…

    Mas como tudo anda muito devagar neste país que «não se governa nem se deixa governar», vou mesmo inscrever-me para realizar o exame!

    UM GAIJO ACABA O CURSO… MAS NÃO NOS DEIXAM TRABALHAR!!

    É exames a mais, estágios inventados… GRRRrr

  5. A Ordem dos Engenheiros e os exames de admissão « Engenharia Civil Says:

    […] Ordens profisssionais vão ser obrigadas a reconhecer cursos in Engenharia Civil […]

  6. rafaela Says:

    Parabéns!!!!gostei muito das informações, da criação e desenvolvimento desse site!!!

    http://www.nextcriacaodesitesesistemas.com

  7. J A Rebelo Says:

    Antes de mais queria dar os parabens, ao Eng. Sepulveda, pelo seu blog. Quanto à Ordem dos Engenheiros e os exames de admissao, queria aqui deixar expresso, que pertenço à Ordem porque fui um daqueles, que teve a “sorte” de tirar um curso numa Instituição acreditada pela Ordem. O mesmo não podem dizer os meus dois primos, que por uma questão de menos de uma decima tiveram que recorrer a uma Instituição privada, e como tal, ainda na ultima segunda-feira dia 26NOV2007, se dirigiram para efectuar mais uma vez o dito “exame”, que a meu ver acho “caricato”, uma vez que não me acho superior a qualquer um deles em nada, e que se tivesse de fazer o dito, talvez ainda hoje nao pertencesse à Ordem.

  8. Logomarcas Says:

    mito bom o blog..tentarei voltar mais vezes..parabéns!

  9. jorge souza Says:

    Gostaria muito de trabalhar em angola com tecnico em segurança do trabalho.Sou formado pelo SENAC e tenho cursos na área de aviação.

  10. Moisés Araújo Says:

    Sou técnico em segurança do trabalho tenho experiência na área , possuo também alguns cursos de eletroeletrônica ministrados pelo SENAI, tenho muito interesse em trabalhar em Angola e estou totalmente disponível.

  11. Marcos Bernardes de Souza Says:

    BOM DIA.
    Trabalho com importaçao e exportação.
    Faço toda a parte documental e operacional de comercio exterior
    Ja trabalhei em Luanda, conheço bem Angola.
    Tenho 36 anos, curso direto e adoraria trabalhar novamente em Angola.
    Caso haja interesse entrar em contato. Obrigado

  12. michael Says:

    BOA NOITE.
    trabalho como motorista de carros pesados.
    tive pequena esperiencia no exterior e fui militar por muito tempo.
    caso haja interesse entrar em contato.
    telefone:8311-8748 ou 2782-8651.

  13. waldemberg daniel de andrade Says:

    sou operador de motoniveladora tenho disponibilidade de viajar conheço todos os tipos de patrol gostaria de oportunidade sem mais …

  14. ana claudia silva de Oliveira Says:

    quero trabalha em angola para comquita o mercado de trabalho

  15. flavio douglas pereira da silva Says:

    tenho esperiecia na aria de emgenharia sevio ja trabalhei em angola pela bdn emgenharia precezo de emprego em ango e levo minha espoza so vouto em dezebro com ela ai demoro mais ai trabalhado com vcs meu telefone e 32523595 ou 87298639

  16. André Says:

    Bem a ser verdade será mais uma excelente medida do Prof. Mariano Gago.
    Já era altura de se acabar com a máfia instalada nalgumas ordens profissionais que mais do que promover a defesa da classe profissional são antros de cassique e de tacho!
    Não há a menor dúvida que se alguém termina um curso superior que foi aprovado e ministrado por uma instituição de ensino supeior reconhecida como tal pelos orgãos oficiais do País as ordens deveriam reconhecê-lo terminando com essa lógica de profissional de primeira e de segunda.
    Ou será que as ordens estão acima dos orgãos de tutela deste país?
    Efectivamente sou licenciado em Eng.ª de Máquinas Maritímas pela ENIDH, o meu curso superior é reconhecido pela IMO um departamento das Nações Unidas que me confere uma carteira profissional que me reconhece como profissional de Engenharia em qualquer ponto do mundo, aqui em Portugal teria de fazer um pedido à ordem dos Engenheiros para ser reconhecido, não reconheço categoria à ordem para tal. É um atraso engraçado este?

    Cpts
    André

  17. Eng. M Says:

    Seria um escandalo se parasse de haver o sistema de acreditação. As pessoas que comentam têm a noção da quantidade de engenheiros que sairam se n houver esses sistema? Se já nas faculdades acreditadas já ha excesso de alunos imaginem se formos a contar com aquelas faculdades que têm designers a ensinar em vez de engenheiros civis. Tenham juizo e trabalhem para entrarem numa boa faculdade. Para maus engenheiros já chegam os que ja sairam quando não existia isto. Tão a fazer com que a nossa classe se torne mais baixa do que já a puseram!

  18. Quintela Says:

    Há quem não queira entender que essa história da acreditação e das Ordens estarem acima dos orgãos de tutela dessa pasta são mais um esquema mafioso do governo.
    Eu, que tirei o meu curso na FEUP – e como tal tenho acesso directo à OE – admito que sei menos que muitos, e inclusivé alunos provenientes de politécnicos, aos quais dou, desde já, uma palavra de apreço, pois independentemente de onde adquiriram as vossas habilitações, o que é importante é que sejam bons naquilo que fazem e que se empenhem para descobrir novos horizontes; de facto, o mundo da engenharia vai muito para além do que qualquer estabelecimento de ensino vos possa proporcionar – incluindo, com sentimento de repulsa à arrogância, as instituições acreditadas como a minha.
    Assim, espero que a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior consiga ser integra (ao que se pode exigir de uma organização desta envergadura)…
    E que, caminhando nesse sentido, seja abulida a prepotência das Ordens e nós que somos engs./engs. técnicos possamos ser uma só comunidade. É intolerável que as Ordens possam dizer quem é profissional ou não, até pelo que já foi exposto em cima. Apelo aqui para que não realizem exames de admissão a este podre português, só estão a piorar o que já está mal.
    ABRAM OS OLHOS

    Best regards

  19. jean carlos miranda Says:

    Bom dia!!!
    Conclui o curso superior de (gestão e controle da Produção) na cidade de lins em novembro de 2007.

    E em 2009 comclui o primeiro semestre de graduação em gestão em Logistica em Bauru.

    mas devido a viagens que faço a serviço preciso com urgencia efetuar uma pós graduação. ql o caminho mais rapido que faço para iniciar a minha pos graduação.

  20. imoveis em nova friburgo Says:

    valeu pela dica!1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: