Obra de rebaixamento da via férrea no atravessamento da cidade de Espinho

by

Obra de rebaixamento da via férrea no atravessamento da cidade de Espinho

A obra de rebaixamento da via férrea no atravessamento da cidade de Espinho desenvolve-se ao longo de 1950 m, sendo 746 m constituídos por rampas a céu aberto, com uma largura de cerca de 13,5 m e uma altura máxima de cerca de 9 m. Os restantes 1204 m são constituídos por um falso túnel, de dimensões semelhantes, o qual permitirá reaproveitar a superfície na cidade de Espinho.

A escavação está a ser efectuada ao abrigo de paredes moldadas, com espessura variável entre 0,8 m e 1 m, que suportam, na zona superior, um horizonte de aterros e areias de duna e, na zona inferior, encastram no substrato rochoso constituído por xistos alterados a medianamente alterados. Para o desmonte dos xistos medianamente alterados tem-se recorrido a explosivos.

O sistema de suporte da estrutura de contenção é garantido por um sistema de escoramento metálico e por ancoragens provisórias, tendo a estrutura definitiva um sistema de ancoragem de fundo, para garantia da necessária segurança à flutuação, constituído por pregagens definitivas.

Para a manutenção do equilíbrio dos níveis freáticos locais, foi definido um sistema de drenagem em sifão, constituído por valas drenantes executadas sob a laje de fundo, com um afastamento de 18 m, ligadas a colunas de brita executadas no tardoz das paredes moldadas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: