Reforço de pilares de secção rectangular

by

“Num dos nossos mais recentes trabalhos, vimo-nos forçados a reforçar um pilar cuja secção transversal, em planta, assume uma forma rectangular cuja relação entre lados é de 3 para 1. Impossibilitados de recorrer, por restrições de espaço, ao aumento de secção, houve que proceder ao confinamento da peça.

Tendo optado por escolher tecidos de fibras de carbono de baixo módulo impregnados “in situ” como elemento de cintagem e sabedores de que a eficácia da acção confinante é restrita, para este tipo de secção, criou-se a oportunidade para que aplicássemos, na prática, o bom resultado dos estudos realizados pelo Prof. Wang, na Universidade de Canterbury, na Nova Zelândia, que implica a clara demarcação de núcleos (três, no caso) pela introdução de varões passantes regularmente espaçados, como se pode observar nas figuras a seguir reproduzidas.

Ao que nos é dado conhecer, esta foi a primeira actuação desta técnica em Portugal.” Texto retirado do site LEB- Projectistas, Designers e Consultores em Reabilitação de Construções

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: