Panorama das Construtoras de Braga

by

BragaEmpreiteiros de Braga marcam a paisagem construtiva do Norte. Na Líbia, o consórcio Way2B desespera com o atraso no aranque de uma obra de 300 milhões de euros. O governo tarda a entregar os projectos.

Na privatização da Aquapor, a proposta vencedora (63 milhões) entre 13 concorrentes, foi do consórcio DST/ABB. A dupla sigla esconde duas construtoras de Braga. A concessão por 50 anos do mercado do Bom Sucesso, no Porto, só seduziu dois interessados – as construtoras FDO e Eusébios, ambas de Braga. As principais obras no Grande Porto têm em comum a origem do empreiteiro. Marcas como Casais, J. Gomes, ou FDO marcam a paisagem da cidade.

No conjunto, os seis maiores grupos de Braga representam mais de mil milhões de euros e figuram no top-30 nacional. Todas eles, ostentam siglas que remetem para o fundador. Uma forma, dizem os empresários, de traduzir uma liderança forte. Cada projecto empresarial tem um timoneiro.

O imobiliário que a cidade conheceu nos anos 80 e 90, acarinhado pelo poder autárquico. Rodrigues & Névoa (Bragaparques) e José Veloso são exemplo de promotores que acumularam fortuna. A outra face é das construtoras que beneficiaram de um volumoso caudal de obras. “A autarquia soube acarinhar as empresas locais, permitindo-lhes ganhar dimensão e capacidade técnica para se aventurarem noutras regiões”, reconhece um dos empresários. Um outro acrescenta: “A política da autarquia nunca fomentou monopólios e ganha quem tem melhor preço”. As maiores obras da J. Gomes estão em Évora e Portimão, a FDO tem num da da Madeira a sua maior empreitada, a DST foi escolhida pela Enercom para construir Parque Eólico do Alto Minho (37 milhões).

Aquando da construção do novo Estádio de futebol, o sector antecipou que o vencedor seria o consórcio que contasse com as construtoras locais. A Somague não chegou a acordo, a Soares da Costa aceitou a parceria e saiu vencedora, partilhando a empreitada.

A tradição da indústria na região, com mão-de-obra abundante e especializada e a Universidade do Minho são factores que explicam o fenómeno. A expansão deu-se por contágio. “A cidade atraiu um universo de pequenos empreiteiros. Os que se dotarem de quadros e traçaram uma estratégia vingaram, os outros desapareceram do mercado”, comenta outro construtor. João Gomes de Oliveira (J.Gomes) e Ferreira Dias (FDO) tornaram-se empreiteiros aos 17 anos. As restantes construtoras são dirigidas por representantes da 2ª geração.

O beneficia, todavia, da capacidade de lóbi de Mesquita Machado a nível nacional e há quem veja o seu dedo em operações mais relevantes. Na cidade, aponta-se a Britalar, como a protegida pelo poder autárquico. A Britalar não cabe no grupo das maiores, mas é mais um exemplo da pujança bracarense. Em poucos anos, António Salvador, beneficiando de uma aparente ligação à Bragaparques, conduziu a Britalar a vendas de 50 milhões. António Salvador é presidente do Sporting de Braga, um cargo habitualmente desempenhado por empreiteiros.

A Britalar surge no consórcio Way2B, liderado pela DST, para atacar obras no estrangeiro. O projecto de concepção/construção na Líbia de dois universitários (300 milhões e 240 mil m2)) está ainda no congelador e espera que o governo líbio entregue os projectos. As previsões têm falhado (a última era meados de Abril) e o consórcio já não arrisca nova data. A aliança é uma forma de construir um grupo poderoso e superar fragilidades, a partir de médias empresas.

O grupo DST é que surge com uma estratégia mais agressiva de diversificação de negócios, para sectores como as telecomunicações ou energias renováveis. No mercado, comenta-se que pode até investir na comunicação social, à imagem do grupo Lena. Com a Aquapor, quer liderar o sector da água em Portugal, e investir em mercados como a Líbia, Brasil e PALOP. Na construção, a DST aponta ao Leste e avalia, na Bulgária, a aquisição de uma empresa local. Também a Casais e Eusébios priorizaram a entrada em mercados externos e ambicionam obter metade da sua facturação no estrangeiro. Angola é comum a todas elas. A Casais é a mais viajada com passagens por países da Europa Central, Turquia ou Cazaquistão, avaliando agora a Bulgária, Brasil ou Venezuela. Na sua ânsia de crescer, a FDO analisara o dossiê Abrantina e no Verão passado teve praticamente fechada a aquisição da lisboeta Obrecol. No último momento, o vendedor ter-se-á arrependido e a operação abortou. Centrada no Sul e nas obras públicas, a Obrecol era o complemento ideal face ao perfil da FDO.

Fonte: Exame Expresso

5 Respostas to “Panorama das Construtoras de Braga”

  1. antonio maia Says:

    BOM

  2. marafado Says:

    oliveiras e casais não passam de um pseudo mafiosos convictos que andam a enganar ,que gastam-se nas aparencias pois por onde passam deixam de ser bem vindos .
    A humildade ficai-vos bem .

  3. J. Pereira Says:

    Relativamente ao comentário do marafado seria interessante que explicasse o fundamento para tal opinião.

    Algum cliente menos satisfeito ou simplesmente uma opinião pessoal?

    Cumprimentos.

  4. www.seguroconstrucao.com.br Says:

    Ola,

    Somos uma corretora de seguros especializada em seguros de Risco de Engenharia, Responsabilidade Civil, Seguro Garantia entre outros destinados a obras civis, instalacao e montagens, etc…desde uma simples reforma ate obras de grande porte.

    Gostariamos de uma oportunidade para apresentar nossos servicos a pessoa responsavel por seguros da empresa.

    Visite nosso site: http://www.seguroconstrucao.com.br

    Desde ja agradecemos o contato

    Andre/Euclides – Depto de Engenharia
    SEGURO CONSTRUCAO
    http://www.seguroconstrucao.com.br
    (11) 31516000

  5. EDSON BARROS GOULART Says:

    ( FOTOGRAFIAS AÉREAS )
    EMBRAFOTO EMPRESA BRASILEIRA DE FOTOGRAFIAS AEREAS LTDA
    ( A EMBRAFOTO VAI AONDE VOCÊ PRECISA )

    PROMOÇAO DOIS PELO PREÇO DE UM

    A/C: Diretoria

    A Embrafoto esta laçando uma promoção de 2×1, você paga para fotografar um local e fotografamos mais um pelo mesmo preço,
    Você pode escolher um terreno que quer comprar ou já comprou, uma residência, uma empresa de seu amigo, um sitio o que você imaginar.

    Desde que seja na mesma região.

    Esta promoção e imperdível entrem em contato.

    Atenciosamente,
    Sr. Edson B. Goulart

    Central de Atendimento PABX:
    (011) 2402.4573 / 4307 Fax: 27 Celular: 8536.5436
    E-mail: embrafoto.vendas@aerofotografias.com.br
    VISITE O NOSSO SITE: http://www.embrafoto.com.br
    Aeronaves em: São Paulo,Rio de Janeiro,Salvador,Belo Horizonte,Brasília-DF

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: